Rosto bonito - Sable Hunter | Resenha

  • 22:50
  • 04 maio 2017
  • A vida de Cody é definida por duas grandes verdades: Ela está apaixonada... e ela cometeu um grande pecado. Cody foi brincar com o fogo e ela está prestes a se queimar. Faminta por atenção, ela permitiu que um homem maravilhoso se apaixonasse por ela. Seu único contato tem sido as conversas via internet e telefone. Cody quer mudar sua vida, dizendo meias verdades e enviando fotos de uma mulher com um belo corpo e um rosto bonito, mas essa mulher não é ela.
    Marcada no rosto por um abuso, ela se esconde dos olhares indiscretos.
    Cody ama Hunter o suficiente para deixá-lo ir. Ela está disposta a desaparecer da sua vida. Hunter quer encontrá-la, mas ela se recusa. Mas se Cody não for até ele, Hunter irá até Cody.
    Então, em plena Mardi Gras, um momento de amor e risos, máscaras são usadas e Cody usa-a para esconder mais do que um rosto bonito.

    Romance | 154 páginas | Editora Bezz | Este livro foi resenhado primeiramente no blog Brilliant Diamond ❤

    Cody é uma professora de física e Hunter é carpinteiro, e ambos mantém um relacionamento virtual há dois anos. Os sentimentos deles são fortes e os dois se amam loucamente, mas o que os separam são vários estados além de uma tela de computador. O que Hunter não sabe porém é que Cody não é quem diz ser. Ela responde a ele pelo nome de Sage e todas as fotos que ela lhe envia são de dez anos atrás, quando Cody ainda podia ser chamada de Rosto Bonito.

    Uma tragédia fez com que o rosto de Cody ganhasse uma cicatriz que ela faz de tudo para esconder. Sabendo que se contasse a verdade a Hunter ele jamais ficaria com ela, ela prossegue com a mentira. Mas ele está cansado dela nunca querer vê-lo e sempre inventar desculpas então age precipitadamente e compra uma passagem para Luisiania, afim de encontrar Sage. Cody quase morre ao descobrir que Hunter virá atrás dela e percebe que não poderá mais se esconder. Disposta a encontrá-lo no aeroporto e contar toda a verdade a ele, ela vai a seu encontro, mas Hunter não a reconhece e Cody fica mais triste ainda com isso.

    Mas o destino dos dois acaba se entrelaçando e Hunter acaba trabalhando para Cody na reforma da cozinha dela. A convivência dos dois na casa planta mais dúvidas na cabeça de Hunter. De onde será que ele a conhece? Por que ela lhe chama atenção? Cody não quer perder esse tempo com ele e continua fingindo ser Sage à noite e Cody de dia. Mas essa teia de mentiras uma hora teria que acabar, não?

     MINHA OPINIÃO
    Cody se mostrou uma mulher forte, daquelas que traça seu futuro e que faz de tudo para alcançá-lo. Mas mesmo que seja assim, depois que ganhou aquela cicatriz, Cody é bastante insegura já que ela acredita que nenhum homem iria gostar dela com essa aparência. Já Hunter é um homem divino. Ele entende Cody, procura saber mais dela mas seus sentimentos por Sage o confundem a todo momento, e mal sabe ele que elas são a mesma pessoa.

    Apesar da história ser curtinha, nós conseguimos entender perfeitamente os sentimentos e a personalidade de ambos os personagens. Os vi como pessoas reais, críveis. Cody e Hunter mantém um relacionamento que precisa de coragem. Digo isso porque é muito difícil conhecer uma pessoa pela internet, nunca a ter visto e confiar seus sentimentos a ela. Você não sabe se o que ela diz é verdade ou não, se ela é um psicopata, por isso, mesmo que no livro dê tudo certo no final, não romantize as coisas, a vida real não é bem assim.

    O final foi meio corrido, o que tirou todas as vantagens que o livro teve. Alguns elementos poderiam ter sido mais bem explorados, mas eu gostei de tudo. É um livro curtinho que nos ensina vária as coisas e a mais importante delas é que não se pode julgar alguém pela aparência e que nem sempre a beleza é essencial.

    Comentário(s)
    13 Comentário(s)

    Oi, Mi!
    Eu até queria ler esse livro um tempo atrás, mas acabei desistindo.
    Esse final corrido aí é bem paia, mas pelo que vi a leitura foi boa.
    Beijos
    Balaio de Babados

    Eitchan! Perainda que vi que você está lendo The Hook Up. Eu não gostei desse livro porque a Anna é muito zzz Mas o Drew é um amorzinho!!!

    Oi Miriã, sua linda, tudo bem?
    Eu concordo com você, acho um perigo muito grande relacionamento pela internet. Mas conheço uma história que deu super certo, houve casamento e tudo, risos.. Uma pena o livro ser tão curto, e no final acabar sendo muito rápido. Mas é uma boa leitura para colocar depois de um livro mais pesado!!! Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    Oi, Mi

    Não conhecia o livro e até achei o lance do relacionamento virtual e da mentira da Cody/Sage interessante, mas sei lá, sabe quando a história em si não desperta nosso interesse... então. Que pena que o final teve essa ressalva, mas pelo menos você conseguiu tirar pontos positivos da história.

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    Thay Freitas 5.5.17

    Oi, Miriã!
    Não conhecia o livro, mas gostei da proposta!
    Gostei também das mensagens que você mostrou que ele traz, amo livro que no fim das contas, independente do desenrolar, acrescenta alguma coisa.

    Beijinhos :*
    Sankas Books

    Oi, Lu. Foi somente o final que ficou mal desenvolvido, mas a história é bem fofa, eu gostei muito.

    Estou tentando ler, mas como li seu comentário sobre ela antes, acabei ficando meio receosa da personagem, fico parando a leitura há todo momento rsrs mas espero conseguir concluir.

    Oi, Cila. Eu mesma também conheço um relacionamento que deu certo e eles também se casaram e foram morar em São Paulo, achei muito fofo. O livro é curtinho mas a história não falta nada, eu gostei muito dele mesmo com o final.

    Oi, Tamires. Ás vezes a história realmente não é tão interessante assim, mas é um livro bem levinho, ótimo para sair de uma ressaca literária.

    Oi, Thay. O livro é bem fofinho, leve demais e com certeza é ótimo para desestressar ou ler algo mais leve.

    Oi Miriã!
    As vezes, ao longo da vida, ficamos com algumas marcas - que nem sempre são físicas - que mexem com a segurança e com a força da gente. Eu imagino como isso pode ter abalado ela e com certeza que saber mais sobre como esses dois irão trilhar esse caminho juntos.
    Beijokas
    Quanto Mais Livros Melhor

    Oi, Pri. É por isso que o livro é bom, porque ele mostra o tanto que a Cody se preocupa com sua aparência, e o tanto que ela sofre com as cicatrizes físicas e emocionais.

    Foi só esse livro mesmo que me estressou, os outros são ÓTIMOS!!!!

    Tecnologia do Blogger.