Últimas Resenhas

Agora e para sempre, Lara Jean - Jenny Han | Resenha

  • 15:16
  • 26 maio 2017
  • Em Para todos os garotos que já amei, as cartas mais secretas de Lara Jean — aquelas em que se declara às suas paixonites platônicas para conseguir superá-las — foram enviadas aos destinatários sem explicação, e em P.S.: Ainda amo você Lara Jean descobriu os altos e baixos de estar em um relacionamento que não é de faz de conta. Na surpreendente e emocionante conclusão da série, o último ano de Lara Jean no colégio não podia estar melhor: ela está apaixonadíssima pelo namorado, Peter; seu pai vai se casar em breve com a vizinha, a sra. Rothschild; e sua irmã mais velha, Margot, vai passar o verão em casa. Mas, por mais que esteja se divertindo muito — organizando o casamento do pai e fazendo planos para os passeios de turma e para o baile de formatura —, Lara Jean não pode ignorar as grandes decisões que precisa tomar, e a principal delas envolve a universidade na qual vai estudar. A menina viu Margot passar pelos mesmos questionamentos, e agora é ela quem precisa decidir se vai deixar sua família — e, quem sabe, o amor de sua vida — para trás.
    Quando o coração e a razão apontam para direções diferentes, qual deles se deve ouvir?

    Jovem adulto, romance | 304 páginas | Editora Intrínseca | Esta resenha pode ter spoiler dos livros anteriores

    Depois de ter suas cartas enviadas a todos seus destinatários e isso ter aproximado de vez Peter e Lara Jean, ela está mais feliz do que nunca. A formatura e o baile do último ano estão chegando, assim como a resposta da Universidade da Virgínia, e com certeza, ela será aceita. Quando enfim descobrir que passou, ela poderá estudar a somente 15 minutos de casa com quase todos os seus amigos e o melhor: Peter também vai para lá jogar lacrosse.

    Lara Jean não pode acreditar em tamanha felicidade. Tudo está radiante e todas as festividades do último ano lhe dão um sentimento de nostalgia, como será estranho deixar tudo isso para trás e finalmente crescer. Porém, uma notícia inesperada fará com que todos seus planos para um futuro perto de casa e ao lado de Peter sejam adiados: ela não foi aceita na UVA. E agora? Como contornar uma situação que já era certa em sua vida?
    Foto por Leitora Encantada

    Os melhores roteiros para um bom romance

  • 16:55
  • 25 maio 2017
  • Romance é um dos gêneros literários que mais tem ganhado ênfase nos últimos anos, e claro, o que mais tem dado certo. Como muitos leitores, eu também sou apaixonada por histórias onde um casal precisa encontrar seu felizes para sempre, e mesmo que muitas histórias que retratam essa jornada seja um grande e velho clichê, é inegável que sempre fazem sucesso com o público. Hoje vim falar sobre alguns roteiros/enredos que eu gosto, e, se bem executados, conseguem fazer com que um romance seja maravilhoso. 

    ↣ Amizade colorida
    É claro que eu não poderia começar este post sem falar sobre a tão sonhada amizade colorida, que geralmente sempre dá errado. O enredo não tem erro: é um casal de amigos que se descobrem atraído um pelo outro e prometem não se entregarem demais, até que um deles já esteja completamente apaixonado e não saiba o que fazer em relação a isso. É incrível o quanto os autores gostam de colocar isso nas histórias, principalmente aquelas mais eróticas, e o quanto dão certo. Eu sinceramente amo!!
    Algumas dicas de livros com temática assim para você ler:

    Abandonei sem dó: Academia de Princesas - Shannon Hale

  • 18:52
  • 24 maio 2017
  • Olá, como vão? Hoje vou estrear uma nova coluna aqui do blog, e vim contar um pouco mais sobre ela para vocês. Como alguns já sabem, eu sou do tipo de pessoa que não fica se torturando com história que não me apetece. Então se eu vejo que o enredo não está nada promissor e a leitura mais difícil que o habitual, eu já abandono o livro de cara ao invés de ficar tentando engoli-lo. Por isso, resolvi criar uma coluna chamada de "Abandonei sem dó", uma espécie de paródia da coluna "Li até a página 100 e...".

    Como eu nunca iria fazer uma coluna assim no blog porque raramente consigo ler até determinada página e parar para comentar sobre ela, eu resolvi colocar algumas perguntas da coluna nesta que estou criando agora, pra ficar mais divertida ao invés de vocês ficarem somente lendo minha opinião, ás vezes chata, sobre algum livro. E para começar, vou falar do livro Academia de Princesas da autora Shannon Hale.

    À procura de alguém - Jennifer Probst | Resenha

  • 13:39
  • Sorte nos negócios, azar no amor: essa é a sina de Kate. Aos 28 anos, ela está longe de ter conhecido alguém especial com quem dividir a sua vida. Sua carreira de cupido profissional, por outro lado, vai de vento em popa: todos na pequena cidade de Verily, Nova Iorque, conhecem e admiram a Kinnections, agência de relacionamentos que Kate fundou com suas duas melhores amigas. Até que, um dia, um homem tão lindo quanto furioso entra em sua sala. Slade Montgomery é um advogado de divórcios que não acredita em finais felizes e muito menos em agências de relacionamentos. Para ele, a Kinnections é uma grande farsa, criada para ludibriar pessoas frágeis e ingênuas, como sua irmã. Agora, é uma questão de honra: Kate não vai medir esforços para provar a Slade que seus talentos são legítimos e suas intenções nobres, nem que para isso precise encontrar a namorada ideal para ele. Mas um simples toque vai fazer com que essa tarefa se torne muito mais difícil do que ela poderia conceber...

    Romance | 288 páginas | Editora Paralela 

    Kate é uma das sócias da empresa de relacionamentos Kinnections, que cada vez mais tem ganhado espaço no mercado. Juntamente com mais duas amigas, elas se preocupam em ajudar seus clientes a encontrar sua alma gêmea. Como Kate é formada em Administração e possui um incrível dom - ela consegue sentir um choque a cada vez que forma um par perfeito -, a empresa tem sido sinônimo de sucesso nos últimos três anos. Porém, a vida pessoal de Kate vai de mal a pior. Cansada de sempre encontrar o par perfeito para seus encontros, ela resolve se fechar para balanço, o que ela não esperava é que o advogado Slade Montgomery estivesse disposto a tudo para levá-la a cama.

    Slade viu sua irmã definhar todas ás vezes que achava que havia encontrado o amor e acabou na verdade com uma grande decepção. Agora ela resolveu que irá contratar uma empresa de relacionamentos e dessa vez, tudo iria dar certo. Cansado de ver sua irmã sofrendo e sendo um advogado de divórcios, Slade acredita que as donas da empresa vendem promessas falsas e farão o mesmo com sua imã. Disposto a desmascarar a empresa, ele também se inscreve como cliente. É assim que ele conhece a loira estonteante Kate. Se ela conseguisse encontrar uma mulher para ele, ele acreditaria que seu dinheiro não estaria indo para o lixo. Mesmo sabendo que ela nunca poderia encontrar alguém que lhe agradasse e sendo totalmente diferente do seu gosto, Kate acaba despertando uma atração irresistível em Slade, e ele fará de tudo para que ela fique com ele, mas será que ela estaria disposta a ficar com um cara sem garantias de futuro algum?

    Salve-me (Lovett, Texas #3) - Rachel Gibson | Resenha

  • 14:57
  • 23 maio 2017
  • A salvação de Sadie Hollowell e Vince Haven depende de muitos fatores. Ele voltou traumatizado da guerra ao terrorismo no Afeganistão e ela, aos 33 anos, acha ridículo ser convidada para ser dama de honra do casamento de uma prima no interior do Texas, onde nasceu. Ambos estão perdidos, à procura das raízes e de uma identidade que a vida foi esfacelando, e são atormentados por uma atração sexual violenta que demora muito a se transformar em amor e compromisso.O que se oferece aos leitores é uma história tensa, em que preconceitos e hesitações lutam contra o amor, sem saber qual dos lados terá o triunfo final. Vale a pena ler e torcer por ele.

    Romance | 272 páginas | Editora Jardim dos Livros 

    Sadie Hollowell sempre foi diferente de outras garotas da pequena cidade de Lovett, no Texas. Primeiro, ela não tinha a mesma desenvoltura para concursos de beleza que nem a sua mãe, que foi Miss Texas quando mais nova, e assim que terminou o ensino médio, Sadie partiu da cidade onde nasceu a procura de outras aventuras. Agora com 33 anos, Sadie precisa voltar para o casamento de uma prima, e ela já imagina as fofocas que as moças da pequena cidade irão fazer já que até agora ela não arranjou um marido.

    Quase chegando a seu destino, Sadie encontra o lindo e maravilhoso Vince Haven, ex-seal da marinha dos EUA, empacado com o carro na estrada. Sua natureza gentil do Texas fala mais alto e ela oferece a ele uma carona até a cidade, e assim, ambos acabam se encontrando outras vezes mais, dando as pessoas o que falar. O objetivo de ambos era ficar poucos dias lá, mas devido a algumas circunstâncias, os dois teriam que passar, no mínimo, alguns meses. E qual seria o problema se pudessem perder o tempo juntos, em uma amizade com benefícios?

    As personagens da literatura que peguei ranço - até agora!

  • 17:29
  • 22 maio 2017
  • Infelizmente eu sou do tipo de leitora que sente muita raiva de alguns personagens durante a leitura de determinado livro. Essa raiva se acumula tanto pelas ações dos personagens quanto pelas suas próprias personalidades, e assim, eu crio uma espécie de ranço. Não sei se vocês sabem, mas no diário informal, ranço significa repulsa, e isso vem acontecendo cada vez mais nos livros que leio. Há personagens que simplesmente não dão para engolir, então eu vim citar quatro personagens que realmente detesto na literatura, e quem sabe não trago outro posts com mais?

    Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante. Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor. Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... e apaixonada.

    Haven - Série Os Imortais
    Não sei se vocês leram os Imortais, mas era impossível gostar da melhor amiga da protagonista, a Haven. Além dela ter um astral super baixo, digno de góticas de filme americano, ela achava que tudo girava em torno do seu umbigo, fazendo muita merda a série inteira e me deixando super irritada. Caramba! Que menina chata, acho que só essa palavra poderia definir a Haven. Juro que fiquei feliz quando ela finalmente morreu mwahahaha

    Quando amanhã chegar - Clara Savelli | Conto

  • 14:24
  • Nicole é apaixonada por Mateus, só que ele não faz a menor ideia disso. Mas ela, com certeza, vai contar pra ele em breve. Amanhã, sem falta. Talvez depois de amanhã, né? Sabe como é, amanhã já tá muito em cima...Sua melhor amiga, Mila, já está desesperada com essa atitude. Ou melhor, com essa falta de atitude. E se outra pessoa se declarar para ele antes? E se ele se apaixonar por outra menina? Aff! Será que o amanhã de Nicole não vai chegar nunca?Quando a direção do colégio das meninas organiza uma feira de profissões com o tema "amanhã", Nicole precisa decidir entre se declarar de vez para Mateus ou correr o risco de perdê-lo para sempre. E se quando o amanhã finalmente chegar ele não for nada como ela imaginava?

    Romance | 7 páginas | Editora Independente | Leia o conto aqui

    Nicole está apaixonada por Mateus há algum tempo, mas sua timidez a impede de assumir para ele seus sentimentos, e assim, ela sempre vai adiando cada vez mais o amanhã - o dia que contará que gosta dele. Sua melhor amiga super aprova que Nicole diga logo sobre o que sente por ele, e tenta até dar uma dicas para Nicole, mas isso é algo que somente ela poderia fazer. 

    Em meio a uma feira de profissão que acontece no colégio, Nicole vê seu momento chegar, mas será que já não seria tarde demais?

    Esse conto foi escrito pela Clara Savelli e eu vi uma resenha dele em um outro blog, como são poucas páginas, fui conferir a escrita da autora e não é que eu adorei? Mesmo em poucas páginas, a Clara consegue transmitir carisma em sua narrativa. Os diálogos dos personagens são bem escritos e tem tudo para ser um romance adolescente. Eu terminei querendo que tivesse um livro inteiro sobre a Nicole e o Mateus, então super apoio se a autora quiser dar uma aumentada nas páginas.

    Se você quiser também ajudar a autora dando sua avaliação, acesse o link acima e avalie o conto! 

    Tecnologia do Blogger.